223851

Projeto ” Caminho da Vitória” ensina muito mais que um esporte

O tênis é considerado um esporte de elite, mas Jorge Nunes da Silva está mudando isso. Ele é um professor de tênis que dedica sua vida a ensinar mais que o esporte para crianças da periferia da cidade de São Paulo.

Natural do Rio de Janeiro e de origem humilde, Jorge sabia desde pequeno que queria ser professor. Tanto é assim, que aos 16 anos, quando precisou escolher entre ser um atleta profissional ou dar aulas, ele não pensou duas vezes e escolheu a segunda opção. “O tênis mudou a minha vida e pode mudar a vida dessas crianças também”, conta Jorge.

O professor lembra que morava na favela da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, e se apaixonou pelo tênis quando arrumou um emprego de pegador de bolas no Clube Flamengo. Jorge recorda emocionado que usava tábuas como se fossem raquetes para bater bola em um paredão.

Ele persistiu e lutou contra as adversidades que a vida lhe impunha, sempre com o desejo de ser professor. “Eu comentava isso e todos riam de mim”, conta.

Jorge se tornou rebatedor e entrou para a equipe de competição do clube, mas o sonho de ensinar falou mais alto e, ainda adolescente ele foi trabalhar em um dos maiores centros de treinamento do Brasil, a escola de tênis Carlos Alberto Kirmayr dando aulas para as crianças de 5 a 10 anos.

Hoje, com 28 anos de experiência na formação de atletas, além de dar aulas em uma academia de São Paulo, Jorge também ensina o esporte a crianças e adolescentes no extremo leste da cidade.

O projeto, chamado Caminho da Vitória começou em 2011 e o que teve início de forma bem simples ganhou força e já conta com dezenas de beneficiados. “Quando comecei o projeto não tinha muitas condições. Eu montava as redinhas com barbante e cano PVC”, relembra Jorge.

O Caminho da Vitória recebe ajuda de outros voluntários e tem como objetivo ensinar mais que o tênis.Além do esporte, promovem a inclusão social, trabalho em equipe, controle emocional, concentração, disciplina, respeito ao próximo e cidadania relacionando a prática do esporte com o desempenho escolar – só participam jovens matriculados em escolas e que frequentam as aulas.

As próximas competições acontecem agora em outubro, no Dia das Crianças; e no Natal, em dezembro. Além dos jogos, esses eventos também arrecadam alimentos, brinquedos, calçados e roupas.

Fonte: Catraca Livre

Recomendamos para você: Cães resgatados viram gandulas em torneio de tênis

Perfeito
Curta-nos
no Facebook para
receber nossas melhores
publicações.
Projeto ” Caminho da Vitória” ensina muito mais que um esporte
x

Рады, что вам понравился этот пост!

Dale a Me Gusta en Facebook para recibir más posts increíbles

Мне уже нравится Маркетиум

Вы видели это?

Эти посты – одни из наших самых любимых. Мы думаем, они вам тоже понравятся.