4 estratégias simples para se livrar de um afogamento

Notícias

Brasil é o terceiro país com mais mortes por afogamento, diz a Organização Mundial da Saúde. 372 mil pessoas morrem afogadas todos os anos no mundo.

Um dos fatores que desfavorece até mesmo as pessoas que sabem nadar é o nervosismo.

É preciso manter a calma e aplicar truques e técnicas de sobrevivência simples, mas que nos dão a possibilidade de sobrevivermos. Só de pensar que sabemos algumas técnicas conseguimos diminuir o nervosismo e isso já aumenta as nossas chances de nos salvar.

Clint Emerson é o autor do livro “100 Deadly Skills: The Seal Operative’s Guide” que fala de um truque de sobrevivência para ser usado durante o afogamento. 

Primeiramente é importante aprender a controlar a respiração, pois quando o pulmão está cheio de ar, o corpo consegue flutuar. Inspire profundamente e expire bem rápido. No entanto, em algumas águas fica difícil flutuar. Nesse caso é preciso fazer as rotações com o corpo inteiro, podendo ganhar um tempo extra dessa maneira.

Existem quatro diferentes estratégias que fazem parte do seguinte treinamento contra o afogamento:

1. Saltando do chão

Expire e mergulhe, se agache e salte, inspire o ar. Esses 3 passos simples devem ser repetidos tantas vezes quantas for preciso até ajuda chegar. Eles podem salvar vidas!

2. Flutuando

Expire, dobre os joelhos, chute, curve as costas, insire. Repita se precisar.

3. Nadando

Dobre os joelhos, chute para trás, endireite-se e mova para frente, inspire. Repita.

4. Virando

Inspire, vire o corpo, expire. Repita.

Treine estas técnicas sempre com alguém por perto para lhe ajudar caso for preciso. Conhecer esses truques lhe dará mais segurança. Mas, isso não quer dizer que você deve se arriscar em zonas traiçoeiras de rios, mares e lagos sem necessidade.

Seja cauteloso sempre. Divida a informação sobre este treinamento com os amigos e ensine aos seus filhos, pois, se for executada corretamente, ela pode salvar vidas!

Fonte: Mata Curiosidade

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Nadar em uma piscina pode ser bastante perigoso para a sua saúde. Veja estas dicas simples para você ficar seguro!


O material deste artigo é destinado apenas a fins informativos e não substitui o conselho de um especialista devidamente habilitado.

Recomendamos