210790

Medo que dá medo! Existem medos específicos para cada fase da infância

O medo faz parte do ser humano durante toda a vida. Em pequenas doses, ele é importante para nos mostrar riscos e nos alertar em que momento precisamos recuar.

childhood_fears_1_800х418

Na infância, esses medos aparecem de forma mais intensa e muitas vezes inexplicável. Entenda os medos naturais em cada fase de vida para poder ajudar os pequenos a passar por isso:

Até seis meses: o bebê tem medo de rostos estranhos e ruídos fortes.

7–11 meses: medo de altura, de pessoas e lugares estranhos.

1 ano: ausência dos pais.

2 anos : medo de escuro, de barulhos, trovões, trens e criaturas imaginárias.

3–4 anos: medos de monstros, escuro, palhaço e outras pessoas fantasiadas, insetos, medo de ficar sozinho. 

5 anos: medo de cair, de perder os pais, de trovão, de ladrão, de cachorro.

6–7 anos:  medo de seres fantasmáticos, bruxas, medo dos pais ficarem doentes, medo de ficar e de dormir sozinho.

Diante do medo da criança, nunca dê risada ou banalize esse sentimento. Acolha, diga à criança que ela está protegida e que está tudo bem.

childhood_fears_2_800х418

Quando a criança tem um pouco mais de idade, explique que o medo é algo que todos possuem, mas que esse medo é para se proteger e nunca para paralisar.

A tendência é que conforme a criança vá amadurecendo emocionalmente, ela possa ir se libertando dos medos, pouco a pouco, e se torne um adulto mais forte e com recursos psicológicos para enfrentar os medos “adultos”.

Fonte: Desenvolvimento Infantil

Recomendado para você: Vença o medo de dirigir com algumas dicas simples

Perfeito
Curta-nos
no Facebook para
receber nossas melhores
publicações.

Medo que dá medo! Existem medos específicos para cada fase da infância
x

Рады, что вам понравился этот пост!

Dale a Me Gusta en Facebook para recibir más posts increíbles

Мне уже нравится Маркетиум

Вы видели это?

Эти посты – одни из наших самых любимых. Мы думаем, они вам тоже понравятся.